• Como identificar a pornografia e viver em liberdade do vício pornográfico

    Dessa vez não vou entrar no mérito da etimologia da palavra, no entanto se quiserem conhecer a origem pornográfica e sua etimologia, leia o livro de minha autoria Da Pornografia Para a Luz. O mais importante agora, é saber o que é a pornografia no contexto em que a gente vive. Pra isso, faz se necessário o uso da semântica, que é aplicação da palavra para o momento que a gente está vivendo, levando em consideração o que ela representa para os seus consumidores. Pra começar, vamos então pensar em alguém que realmente gosta de pornografia. Quem sabe aquele “amigo seu” que passava o dia todo vendo vídeos pornôs durante o trabalho, o cara era tão viciado que não se continha em apenas ver e “descabelar o palhaço”, ele também tinha que mandar pra firma toda, e nas “rodinhas de conversa”, ele sempre dava um jeito de fazer pergunta ou comentar alguma coisa sobre o “pornô” que ele tinha enviado, e você certamente também recebeu um desses vídeos. Com esse cenário todo, acho que a gente consegue traçar a função da pornografia pra todos aqueles que a recebem, seja através do WhatsApp, Telegram, Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Google, Netflix, Amazon Prime etc. Agora pense sobre você mesmo. O que acontece com você quando você se depara com algum tipo de vídeo pornográfico, que aquele colega viciado te enviou? Se você fica excitado, então, você já conseguiu detectar uma das funções elementares da pornografia. Se você, depois que viu e se excitou, se masturbou e ejaculou, provavelmente o teu cérebro já alcançou o orgasmo que é o ápice do prazer sexual, e você já conseguiu experimentar mais uma das funções básicas do processo pornográfico. Então, à partir de todo este processo estabelecido, a gente consegue definir o que é pornografia. Pornografia é tudo aquilo que seja capaz de causar excitação sexual, e levar o receptor ao ápice do prazer sexual fora dos propósitos originais estabelecidos pelo Criador. Identificar a pornografia de forma correta é importante pra gente quebrar a falsa ideia que foi pregada aos 4 ventos da terra de que pornografia se trata apenas de filmes pra gente grande ou pra maiores de 18 anos. O “cara” que cresce com este conceito errado, depois que ele descobre que pornografia é um problema, evita filmes pra maiores, se segura pra não abrir o vídeo que o “amigão viciado” mandou, coloca bloqueadores de sites pornôs no computador, tablet, smartphone, não assiste mais os filmes da franquia Brasileirinhas, pelo menos se segura pra não vê, evita o Pornhub e Xvideos, mas não consegue se livrar, porque ele passa os seus dias se reprimindo, passa sua vida se segurando e “não se liga” que as mulheres de biquinis que ele continua seguindo no Instagram, ou os filmes indicados pra adolescentes de 12 anos, que mostram insinuações de sexo e nudez que ainda ele continua assistindo, ou a forma como ele olha para as mulheres na rua, através da cobiça ou da lascívia, tem o mesmo poder e causa o mesmo efeito dos filmes pra maiores. Isto quer dizer que: O que classifica o que é pornográfico não é o Sistema de Classificação Indicativa Brasileiro, mas o cérebro dele, porque é o cérebro que recebe os estímulos. E como eu sei quais são os propósitos originais estabelecidos pelo Criador quando se fala de sexualidade? Primeiro a gente tem que saber o que é um propósito, se nós estamos falando de um propósito sexual estabelecido pelo Criador, é preciso perguntar pra ele? Não, basta você entender o que é de direito natural, ou saber o que é natural, ou melhor ainda, entender como é o processo sexual estabelecido de acordo com a nossa natureza. A gente não precisa nem da bíblia pra saber disso, mas segue a referência – Gênesis 1:28 Quando um homem e uma mulher sadios, casados e que se amam de verdade, se excitam sexualmente, temos então a primeira fase de uma relação sexual, e o que se espera depois dessa excitação? Eles se excitam sexualmente e depois concluem a atividade sexual através do coito que é a união do pênis com a vagina, em uma relação sexual bem feita o cérebro alcança o orgasmo e o homem e a mulher se realizam sexualmente, e dessa relação pode ou não vir filhos, isto também vai depender do tempo certo, da vontade do casal e da vontade de Deus. Especialistas dizem que mesmo uma mulher de 20 e poucos anos com saúde perfeita tem somente 27% de chance de engravidar em um ciclo ovulatório. Este é o propósito estabelecido pelo Criador, porque isso é natural, então relação sexual não é só pra procriar, mas pra unir o casal, pra alegrar animar, pra ter prazer, logo tudo o que causa a excitação e satisfação sexual, se desviando deste real propósito deve ser encarado como pornografia. Então, talvez agora você entenda porque não tem conseguido ainda andar em liberdade do vício pornográfico, porque você só tem evitado a pornografia pra maiores, porque você tem se segurado quando você já foi assaltado pelo desejo. Tem muita gente que fala assim: —Eu não caí, tive muita vontade, até peguei no meu pênis, fiquei mexendo nele, mas me segurei e não caí. Gente que tem essas experiências estão se enganando, e realmente acham que estão lutando contra a pornografia, mas na verdade não. Eles estão lutando contra o desejo sexual que não deveria ser desperto (Cânticos 2:7), isto é reprimir o desejo, e isso não é liberdade. Eu chamo isso de forçar resultado, o resultado era pra dar “5 contra 1”, mas o cara quer que o resultado seja zero, é um resultado falso. Costumo dizer que depois que o bandido entrou na sua casa com uma arma na mão, não há muito o que fazer, ou você faz o que ele quer ou você morre. A vida é mais importante. Espera aí Sid! Então você quer eu me masturbe? Não, só quero dizer que não adianta forçar um resultado, forçar é mentira. Quero que você seja verdadeiro. Se masturbar não é a queda, é o resultado dela, é a manifestação da queda. Quando somos assaltados pelo desejo, o que nos resta apenas é escolher a maneira de cair. Veja as opções: Ver pornô, “descabelar o palhaço”, ou transar com alguém que não seja seu cônjuge. Geralmente a gente escolhe a de menor consequência, não porque amamos a Deus, ou amamos a nós ou ao nosso próximo, mas porque somos covardes e temos medo de maiores consequências. Quando este momento chegar, não adianta clamar a Deus. Já era. Só se lembre de onde caiu (Apocalipse 2:5). Reforce sua segurança para que o bandido não entre mais (Efésios 6:11-18). Mas e se eu tiver muito desejo mesmo, ardendo em desejo e conseguir me controlar, não é bom? Sim. É bom que se controle e que treine seu domínio próprio, mas não se gabe por isso, porque quando chega nesse ponto, você só está agindo pela força de vontade, e a força de vontade é como um músculo, se você usar muito o mesmo músculo, ele vai se cansar e você não vai resistir. Foi comprovado cientificamente que se você resiste como por exemplo, uma barra de chocolate devido ao regime que você aderiu pra emagrecer, e depois no mesmo dia, você resiste a vontade de assistir sua série favorita porque tem que estudar pra prova, ou se esforça pra levantar da cama e depois a noite, resiste o desejo sexual, você está usando da mesma fonte da força de vontade para lidar com todos eles. A fonte vai secar e certamente você vai sucumbir diante do seu desejo mais forte. Você está compreendendo a gravidade da situação? Então como Vida Pura ajuda a mudar essa situação? Você só resolve este problema, atacando na causa raiz, e pra isso você tem que mudar as configurações neurais que foram estabelecidas pela pornografia. Renovação da mente é a solução. O Ministério Vida Pura tem vários vídeos no You Tube que são totalmente gratuitos e que podem te ajudar, temos também vídeos e posts no Instagram e Facebook para que você seja alimentado de verdade e comece a substituir o alimento podre da pornografia pelo alimento puro e que sustenta. Agora se você quiser participar do processo de mudança de mente, totalmente voltado para o seu problema, com o passo a passo rumo a liberdade. Então clique aqui

    Muito obrigado pela sua atenção. 


    Deus te abençoe poderosamente. 


     Assista este vídeo
    Sid Marques 
    Conselheiro, escritor e psicanalista 
    Ministério Vida Pura 


     Referências 


    Amorim, P. (s.d.). https://www.famivita.com.br. Acesso em 5 de Outubro de 2021, disponível em Famivita: https://www.famivita.com.br/ovular-e-nao-engravidar-saiba-os-motivos/?gclid=EAIaIQobChMI5p_G4Ly08wIVDYSRCh0PegQeEAAYAiAAEgIwYvD_BwE 

    Guilherme, P. (17 de Fevereiro de 2012). https://www.tecmundo.com.br/. Acesso em 5 de Outubro de 2021, disponível em Tecmundo: https://www.tecmundo.com.br/curiosidade/19597-a-ciencia-da-forca-de-vontade-e-os-segredos-do-autocontrole.htm
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Todos os direitos reservados por Ministério Vida Pura 2016. Tecnologia do Blogger.